tijolices

Para ir sendo construído, disse eu no início. A obra acabou.

Nome:
Localização: Lisboa, Portugal

quarta-feira, março 23, 2005

Pantanal

Confesso que nunca foi destino que me seduzisse. Mas o convite chegou, irrecusável, e eis-me de malas feitas. Nascida em África, estou habituada, ainda que já um pouco esquecida, a lidar com mosquitos, humidade e calor. O que me aflige é a proximidade de outros bicharocos maiores e mais perigosos. Também prefiro as águas límpidas dos rios e regatos ao caudal barrento e viscoso de pântanos e canais. A gastronomia parece que é boa (se não nos lembrarmos de onde vêm os camarões e lagostins). A música não é das minhas preferidas; não gosto de jazz. Enfim, estou de abalada para o Louisiana. Depois de assentar arraiais em Baton Rouge, vou visitar toda a região do Mississipi, percorrer os bayous em frágeis embarcações sob o olhar carrancudo dos alligators e besuntada com repelente de insectos, saborear a culinária cajun, apreciar (?) umas jam sessions na noite de New Orleans, e sabe-se lá que mais surpresas me estarão reservadas. Levo o portátil com rede GPRS para ir postando umas impressões da viagem. Claro, não me afastarei da blogosfera. Afinal, vou apenas ali para fora, para o terraço, traduzir o novo "tijolo" de 526 páginas cuja trama de desenrola em tais cenários.
(imagem:students.washington.ed)

16 Comments:

Blogger TMara said...

Boa tradução - é mesmo um "tijolo" e boas viagenS:) Bjs e ;)

23 março, 2005 10:14  
Blogger lobices said...

...não...não me convides... :) mosquitos não é comigo... chiça!... :) **

23 março, 2005 10:46  
Blogger AS said...

Vai e diverte-te!... também adoro viajar, mas não tem sido possivel...

Umas boas férias e que tudo corra bem. Vem depressa!

UM beijo

23 março, 2005 11:58  
Anonymous Ni said...

Que vida fantástica que deves ter...Boa viagem e óptimas aventuras!Já sei que também vais ter muito trabalho mas não deixes os frequentadores da tua "casa" muito tempo sem a anfitriã.Beijinhos.

23 março, 2005 13:25  
Blogger Cris said...

E n é q eu já julgava q ias mesmo e estava já aqui a aprontar-me para te desejar umas férias bem passadas?...
O texto está explêndido!

Beijinho, amiga... e boas traduções!

23 março, 2005 13:46  
Anonymous Anónimo said...

Já conheço o teu estilo mas mesmo assim ias-me enganando, marota :) Genial! Beijocas
YouKnowMe

23 março, 2005 14:09  
Blogger eduardo said...

Pois... e os escravos ficam por cá a remoer uma invejazinha danada.
Ele há gente com sorte...;)

Boa estadia, rapariga.
Cá vou vindo saber das tuas "impressões de viagem".

Beijokas à americana.

23 março, 2005 18:24  
Blogger agua_quente said...

Pois, a água para essas bandas é muito turva! E será que há gatos? :) Vai dando notícias da tua viagem nas páginas do livro. beijos

23 março, 2005 21:21  
Blogger lique said...

Olha, também não era destino que eu desejasse! Mas nas páginas de um livro é outra coisa. Dá notícias. :) Beijinhos

23 março, 2005 21:27  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Mitsou
Bendita lufada de ar fresco... hoje está tudo macambúzio, até eu, fizeste-me sorrir. Já te imaginava a descer o Mississipi num barco de rodas, quando não, estás de guarda-chuva na varanda e sem fios :)
um beijo
Daniel

23 março, 2005 21:58  
Blogger CLIK said...

O click saúda o blog com amêndoas
Boa Páscoa!
Saudações Bloguianas!

24 março, 2005 00:17  
Blogger BlueShell said...

Estou tão cansada de tudo...BShell

24 março, 2005 00:35  
Anonymous Ni said...

Ah!Ah!Ah!Boa!
És mesmo gira,já viste algum crocodilo?
Não queres pôr jazz para parecer mais real?Tenta,olha que não te arrependes...é um tipo de música que é preciso aprender a gostar.Beijos.

24 março, 2005 12:14  
Blogger Mitsou said...

Ni: ontem a banda sonora era o "Blue Bayou" que, infelizmente, não consegui arranjar na versão original do Roy Orbison. Jazz? Hum, gosto de algum, apenas; mas nada, mesmo!, do de New Orleans, ehehehe. Beijinhos, linda, e Boa Páscoa :)

24 março, 2005 12:29  
Blogger BlueShell said...

Juro que quando comecei a ler...pensei mesmo que ias de viagem...
Beijo
Bshell

24 março, 2005 14:32  
Anonymous Anónimo said...

É o que diz a Ni: o jazz aprende-se a ouvir, e eu tive um pianista de jazz como pai. Talvez por isso me seja impossível imaginar a minha vida sem esta banda sonora, feita de metais e sopros, teclas e cordas, e o contrabaixo a servir de batida do coração! _ um livro como viagem, perfeita páscoa a tua, Mitsou, um beijo!

24 março, 2005 15:56  

Enviar um comentário

<< Home