tijolices

Para ir sendo construído, disse eu no início. A obra acabou.

Nome:
Localização: Lisboa, Portugal

quarta-feira, junho 15, 2005

Dúvida

Chamei-lhe maluquice, um dia. Porque era o que podia parecer. As reacções, a escolha das palavras que usei nessa nossa conversa. Divertido, perguntaste-me porquê. Disse-te então que ouvia a música aos berros, que dançava na cadeira à frente do computador, que me ria de pequenas coisas a que só eu acho graça, que gostava de andar pela casa descalça, que falava com os pardais e com o gato amarelo que atravessa o meu terraço a caminho do quintal dele, que dou por mim a sonhar, ainda, com um futuro risonho quando andamos todos tristes e desiludidos, que não pode ser normal este meu comportamento. Depois calei-me. No silêncio envergonhado de quem escutou, da própria boca, tanta tolice. Mas a seguir veio a dúvida. Será mesmo? Será assim tão estranho tal empolgamento? Pegar na vida, virar a página, e ler, avidamente, o próximo capítulo deste livro que não conseguimos largar?

37 Comments:

Blogger Raquel V. said...

Não é estranho... e nem que fosse! O que interessa é que existem mais capítulos!

Mil jinhos Mi querida, até amanhã :)*

15 junho, 2005 01:21  
Anonymous Ni said...

Dúvida?...Não duvides.
Eu também estou empolgada a ler este capítulo e só espero que o próximo esteja tão bem "escrito" como este.Mil beijinhos.

15 junho, 2005 01:46  
Blogger Estrela do mar said...

...Mitsou...é perfeitamente normal...eu encontrei-me neste teu texto...adoro andar descalça em casa...converso com os meus amiguinhos de estimação...oiço música forte...e se te disser que adoro fazer coisas cá em casa...com música sempre a tocar...e bem mexidinha...transmite-me muita energia...até costumo dizer que fui feita a ouvir música...

Continuação de uma boa semaninha.

Um beijinho* grande.

15 junho, 2005 02:03  
Blogger RC said...

Todos somos assim. Quando paramos um pouco, olhamo-nos como loucos. E então percebemos que só podemos viver com esse empolgamento.

Beijinhos

15 junho, 2005 03:37  
Blogger Bárbara Vale-Frias said...

Bom dia!!!!!!!!!!! :)

Kida Mitsou, quem entra no teu blog, percebe de imediato essa tua postura perante a vida: uma atitute optimista onde se diluem os dias cinzentos e se precipitam as alegrias.

Um beijinho com sabor aos primeiros raios de Sol da manhã! :)

15 junho, 2005 06:40  
Blogger Maite said...

Agora só passei para desejar-lhe um bom dia, volto mais tarde :)
(Adorei o Panda :)

15 junho, 2005 07:20  
Blogger AS said...

Pegar na vida, virar a página e escrever, uma a uma, com esse empolgamento, com essa alegria, só possivel a quem está em paz consigo mesmo...

UM beijo Mitsou

15 junho, 2005 08:49  
Anonymous Kapa said...

Querida Mitsou, qual a dúvida, quando se está empolgado e com essa alegria nunca devemos ter dúvidas. Beijinhos e obrigado pela tua visita que sempre adoro. A fonte é em Terena

15 junho, 2005 09:12  
Blogger Tão só, um pai said...

Estranho seria não fazeres nada disso. Mas lê os próximos capítulos devagarinho, sabem melhor.

15 junho, 2005 09:34  
Blogger Seila said...

delícia de texto!

15 junho, 2005 09:43  
Blogger wind said...

Não é nada estranho. Isso é viver a vida:) beijos

15 junho, 2005 09:53  
Blogger Raquel V. said...

Beijinhos matinais querida Mi :) a folhear mais páginas? ;)



:*

15 junho, 2005 10:02  
Blogger elisa said...

Nada estranho!Na minha opinião, apenas a melhor forma de levar a vida!
Continua assim com "maluquices":)!
Beijinhos

15 junho, 2005 10:15  
Blogger lobices said...

...tal como diz ali a Seilá, o texto é uma delícia...
...que os próximos capítulos confirmem essa "maluquice" :))))
...e, não é bom "dançar"?
***

15 junho, 2005 10:31  
Blogger Anna^ said...

Não tem nada de estranho mas sim de inteligente!É a melhor maneira de levar a vida :)
De ti outra coisa não esperaria eu :)

bjokas grandes ":o)

15 junho, 2005 11:01  
Blogger JMTeles da Silva said...

Enquanto tiveres vontade e curiosidade de passar as páginas nada acaba.
Bjocas

15 junho, 2005 11:53  
Blogger Madalena said...

Venha o próximo capítulo então!!!
Risonho, como tu!
Beijinhos risonhos também!

15 junho, 2005 13:07  
Anonymous Caiê said...

Mitsou:
a nossa única obrigação é viver bem.
O modo como decidimos fazê-lo só a nós diz respeito.
***

15 junho, 2005 14:08  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Mitsou
Bendita loucura! O mundo e as pessoas são cinzentas em demasia. O que contas parece-me ser o que faríamos de quiséssemos viver a vida fazendo o que nos apetece, desde que não prejudiquemos os outros.
Um beijo e continua, pois as páginas servem para isso mesmo - ser viradas.
Daniel

15 junho, 2005 14:18  
Blogger Pamina said...

Gostava de ter este teu espírito e optimismo. Que os conserves sempre.
Beijinhos.

15 junho, 2005 15:04  
Anonymous zezinho said...

A vida "certinnha" é uma chatice.
Sabes que o teu texto me surpreendeu? - Não o personifico. Sei que é um erro. A tend~encia de se olhar para um texto de um blog e associá-lo à pessoa é por demais evidente.
Prefiro pensar que o teu imaginário é fértil. Sei que é.

Beijinhos ainda em silêncio

15 junho, 2005 15:04  
Anonymous Anónimo said...

Faço tudo isto,não acho nada estranho...ás vezes rio-me,difícilmente alguém me imagina assim...divirto-me?claro,ás vezes esqueço-me do assado...mas tenho um bom olfacto,salvo sempre o dito cujo...just in time!!!que festa!!!não se esturrou!
Enfim,não duvides,se és assim,há mais quem seja,e não é bom?eu acho...então...beijinhos!

15 junho, 2005 15:08  
Anonymous Anónimo said...

...e não assinei,ponho-me na conversa...sou a ana

15 junho, 2005 15:09  
Blogger Yardbird said...

Não acho nada estranho. Não é a vida feita de pequenas coisas? Não é a felicidade constituida pelas pequeninas alegrias de cada dia?
Beijinhos, :-)

15 junho, 2005 16:09  
Anonymous Menina_marota said...

Estranho? Claro que não! Isso é seres tu própria. É vibrares, com os pequenos nadas, que constituem a vida! És tu própria, que vives dentro de ti!
Que assim sejas sempre! Com essa beleza que há em ti.

Abraço terno e saudoso :_)

15 junho, 2005 16:28  
Blogger Tão só, um pai said...

... mas há alguém que tenha animais em casa e não fale com eles?

15 junho, 2005 16:28  
Blogger Eva Lima said...

A ideia que faço de ti é exactamente essa...
Eu também o faço. Malucas? Quem achar que sim que se vá catar...eu gosto de pertencer a este club

15 junho, 2005 17:12  
Blogger lique said...

Mas estranho porquê? Isso é paixão pela vida. Gosto de te saber assim. :) Beijinhos, linda.

15 junho, 2005 21:54  
Blogger António said...

É por isso que "Eu sou louco!".
E gostava de ser mais.
Jinhos

15 junho, 2005 22:29  
Blogger bertus said...

...não te interrogues tanto e faz o que o coração te mandar; manda as dúvidas às urtigas...
Quanto mais nos contemos mais sapos engolimos.
Dá cumprimentos meus aos pardais e ao gato amarelo. Ah! já me esquecia; gosto de te ver assim, solta...

Beijokas!!

15 junho, 2005 23:00  
Blogger Raquel V. said...

Querida Mi :) beijokassss de boas noites muito fofinhas! :*

15 junho, 2005 23:45  
Blogger Raquel V. said...

PS: pois... saltou a foto que já n há paciência... e encurtei o nome :))

15 junho, 2005 23:45  
Blogger António said...

Noctívaga!
Jinhos

16 junho, 2005 00:12  
Blogger andorinha said...

Que delícia de texto, Mitsou.
Beijinho grande.:)

16 junho, 2005 00:32  
Blogger TMara said...

garanto-te k n/ é. Senão teria k entrar pla psiquiatria dentro e pedir k me vistam um colete de forças....Es uma razão muito válida, não achas? Bjs e;)

16 junho, 2005 13:18  
Anonymous IO said...

NÃO, Mitsou, é estar vivo!!! - beijo feliz por te ir conhecer, IO.

18 junho, 2005 00:48  
Blogger UnaRagazza said...

"Pegar na vida, virar a página, e ler, avidamente, o próximo capítulo deste livro que não conseguimos largar?" Ora pois, se apenas nos dão este livro, temos mais é que desfrutá-lo, lê-lo e interpretá-lo da forma que mais nos apraz!

18 junho, 2005 23:44  

Enviar um comentário

<< Home