tijolices

Para ir sendo construído, disse eu no início. A obra acabou.

Nome:
Localização: Lisboa, Portugal

segunda-feira, setembro 12, 2005

POST SEMANAL

Essa Lembrança Que Nos Vem

Essa lembrança que nos vem às vezes...
folha súbita
que tomba
abrindo na memória a flor silenciosa
de mil e uma pétalas concêntricas...
Essa lembrança...mas de onde? de quem?
Essa lembrança talvez nem seja nossa,
mas de alguém que, pensando em nós, só possa
mandar um eco do seu pensamento
nessa mensagem pelos céus perdida...
Ai! Tão perdida
que nem se possa saber mais de quem!

[Mario Quintana]

16 Comments:

Blogger Bárbara Vale-Frias said...

Ai, as lembranças!... :)

Bjs, Mitsou!

12 setembro, 2005 08:07  
Blogger TMara said...

por vezes sei k são minhas, mas tão distantes...parecem de outra vida.Outras vezes são-me alheias, mas fortes e presentes....Boa semana, amiga. bjs e ;)

12 setembro, 2005 08:47  
Blogger lobices said...

...sim...lembrança dessa mensagem pelos céus perdida, fendida em mil pedaços pelas imagens da vida
...folha súbita que tomba
...como fresca luz de uma sombra
...que paira sobre a memória
...de uma vida que será sempre a nossa própria história
...que de tão perdida
...apenas resta ser de novo vivida
...
...beijinho :)

12 setembro, 2005 10:20  
Blogger wind said...

As lembranças "perseguem-nos":) beijos

12 setembro, 2005 10:33  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Mitsou
É mesmo post semanal? Vou passando...
Um beijo
Daniel

12 setembro, 2005 11:07  
Blogger Pamina said...

Olá,

Às vezes a mensagem é nossa:) e para que não se perca aqui fica registada.
Obrigada pela visita e votos de boa viagem.
Um graaande beijinho.

(O rebento vai falar a seguir).

12 setembro, 2005 14:40  
Blogger viktor said...

Obrigado pelos parabéns.
Bjs.

12 setembro, 2005 14:41  
Anonymous Cláudia said...

Gostei muito do poema que aqui pude ler e "saborear". As lembranças muitas vezes "invadem" o nosso pensamento sem nós sabermos muito bem porquê. Um beijo!

12 setembro, 2005 20:23  
Blogger Mocho Falante said...

Bem este poema ao som de Enya deixou-me KO....

Foi de facto um belo momento de puro relax para um final de dia...acho que vou meditar com o teu blog aberto

12 setembro, 2005 23:45  
Blogger lazuli said...

quem tem lembranças tem a essência, tem a esperança, tem..tudo!
Beijos...

13 setembro, 2005 01:26  
Blogger andorinha said...

Olá Mitsou,
Pois... as lembranças, que dizer delas? É bom que existam.:)
Então se vais viajar, boa viagem!
Beijinhos muitos.:)

13 setembro, 2005 01:29  
Blogger sonhos sonhados said...

kerida Mitsou

...sou eu que me estou a lembrar de ti!

lindo!
beijux létinha.

13 setembro, 2005 03:13  
Blogger th said...

Lembranças na madrugada!
as minhas de todos os que sinto a sombra, numa dança.
Seus rostos, sem rosto, passam e me deixam saudades!
São deles as lembranças na Madrugada!
Lembrei-me de te mandar um beijo...na Madrugada, th

13 setembro, 2005 06:02  
Blogger AS said...

Mitsou, um lindo poema do Mário Quintana! Mas lembranças, são apenas passado. Um passado que tantas vezes queremos esquecer!...

Um beijo

13 setembro, 2005 08:53  
Blogger JMTeles da Silva said...

Andas tão afastada que a lembrança que me resta de ti é já só um indício de memória...sniff, sniff.

13 setembro, 2005 12:17  
Blogger Raquel V. said...

Lindo... logo a seguir ao chorão que é p tb me ir recordar dele! )amanhã sou esganada pelo chorão... hehehhe).


:) eu sou de memórias...
Um beijo minha quida Mi!

13 setembro, 2005 18:51  

Enviar um comentário

<< Home